Primeiras impressões do PgConBrasil 2007

Tanto para dizer e tão pouco tempo para escrever. Em poucas palavras eu diria que o PgConBrasil 2007 foi como um todo bom evento de PostgreSQL merece: Inesquecível! Depois de tantos trocadilhos infames durante o evento, eu não poderia deixar este passar.

Não vou comentar agora os detalhes de como foi o evento, mas quero apenas registrar algumas sensações. A primeira coisa é a de que erramos em inúmeras coisas. Mas os acertos foram tantos… parece até que nada deu errado. Soubemos até mesmo tirar proveito das dificuldades. Enfim, deu certo.

A equipe que organizou está de parabéns. Devo agradecer aqui, especialmente o nosso amigo Leonardo Cezar. Mesmo com todas as suas dificuldades pessoais, ele foi capaz de segurar o rojão e assumiu a maior parte do trabalho na organização do evento, além de ajudar no CONISLI também. Com certeza o evento não teria acontecido sem a inestimável contribuição do Leo. Como se tudo isso não bastasse, ele ainda trouxe chopp para nossa festa de encerramento!

Mas é claro que contamos com a ajuda de mais pessoas e é bem possível que eu nem saiba direito quem são todas elas. O Diogo e o Euler estiveram sempre conosco ajudando em N coisas e particularmente na seleção e encaminhamento das propostas de trabalho. A Kenia e a Isis também tiveram uma participação decisiva na montagem do nosso stand e na divulgação do evento. Bom, a lista de pessoas que eu lembro agora para por aqui. Peço desculpas a outras pessoas que ajudaram e eu esqueci de citar. Se alguém lembrar, me avisa que eu corrijo aqui.

De toda forma, não foram muitas pessoas. Estou esgotado e radiante. Foi um tanto trabalhoso. Tenho aqui que agradecer profundamente a minha esposa. Ela me aturou e cuidou de mim durante o tempo em que me dediquei a organização do evento. Eu sempre digo a ela que ajudar nessas coisas ajuda na carreira, que é importante, etc e tal. Mas, na verdade, eu bem sei, e ela sabe melhor ainda, que fazemos isso por um único motivo: nós gostamos! É cansativo, há sempre alguns detalhes desagradáveis no caminho, mas não há como negar, é muito bom. Poder conviver com pessoas como as que citei anteriormente é realmente um privilégio.

Quando conheci o Sr. Josh Berkus este ano, fiquei espantado com a erudição dele. Não é comum um americano aprender muitas línguas, conhecer tão bem o mundo fora do seu país e ter um nível cultural tão alto. Ao mesmo tempo, o Sr. Josh e outros palestrantes internacionais demonstravam uma paciência enorme para escutar meu inglês esfarrapado e conseguimos ter conversas realmente interessantes, não apenas sobre informática. No PgCon Brasil, não foi diferente. Conversei com o Sr. David Fetter e continuo espantado. Ele me faz lembrar de que o bom humor, parece ser outra característica marcante do Software Livre. Lendo “Programação Perl” do Larry Wall, isso fica claro. Documentação técnica de software proprietário é mais chata de ler. Evento de software proprietário é mais chato de participar. Realmente os desenvolvedores de software livre são realmente mais divertidos. O Sr. David Fetter mostrou uma boa disposição conosco de fazer inveja. Não há dinheiro que pague isso. E é claro… nós não pagamos nenhum tostão. Nunca pagamos ninguém mesmo. Acreditem, o Sr. David Fetter fez mais que isso… ele comprou suas passagens para vir para cá antes de nós sabermos se conseguiríamos pagar a passagem dele!

Entretanto, quanto mais eu convivo com a comunidade de Software Livre, mais eu me convenço de que esta é uma característica das pessoas que participam ativamente da comunidade. Há uma ou outra exceção, é claro. Mas são fáceis de se identificar e não costumam ganhar muito espaço. Fora estes casos, são pessoas que realmente gostam do que fazem e não sonham em ficar milionários. A cada dia que passa eu me convenço que o Software Livre traz muito mais coisa que apenas códigos e licenças… trás o valor do ser humano acima do valor do papel. O Software Livre poderia se resumir talvez em pessoas querendo construir algo melhor para todos. Estas pessoas são excepcionais realmente. Não o são por serem dotadas de conhecimento, experiência ou capacidade intelectual fora do comum. Muito longe disso! São excepcionais simplesmente por gostarem de fazer parte disso tudo. O resto, é tão somente uma conseqüência disto. Acho que o Sr. Paulo Freire concordaria com estas palavras.

De qualquer forma, o sucesso do evento estava na platéia, muito mais que nos palestrantes. Havia muita gente boa por lá… e descobrimos experiências fantásticas! Pessoas de todas as regiões do país. Desenvolvedores, DBAs, Sysadmins e gestores deram ao público um colorido muito mais interessante do que foi exposto no palco. Isto nos faz pensar que temos uma comunidade com um potencial muito maior do que imaginamos. Ano que vem teremos outro PgCon Brasil. Teremos mais patrocinadores, teremos mais gente ajudando a organizar. Teremos gente nova subindo ao palco. Teremos novos palestrantes internacionais. Mas teremos o mesmo prazer em participar de uma comunidade tão empolgante quanto a do PostgreSQL brasileira! E saibam… não aguardem o ano que vem… vamos começar o próximo evento já! Na verdade, nós já começamos efetivamente.

11 comentários sobre “Primeiras impressões do PgConBrasil 2007

  1. O que dizer do evento? Estou até agora maravilhado com o universo de oportunidades que se abriu em minha frente com tudo que foi exposto no evento. Toda a equipe organizadora e os palestrantes estão de parabéns. Foi um imenso prazer conhecer o Sr. Telles, cujo blog está entre os meus favoritos e de uma maneira tão inusitada, na mesa do restaurante durante o almoço, descobri que você era “ele”. O Sr. Fetter é um amor de pessoa, com seu bom humor à moda americana e um conhecimento imenso sobre essa área que esta me deixando apaixonado. Cara, você está de parabéns, adorei participar desse primerio evento, continuemos assim para todos os eventos que vierem!!! Um grande abraço!

    Curtir

  2. Cara o que aconteceu nesses dois dias?!?!?!? Até agora eu me pergunto… o evento foi realmente muito bom… As pessoas, sempre elas… o tempo de organização do evento foi recorde e mesmo assim estava mto bem organizado. Os palestrantes, sem palavras, o que dizer sobre, Euler Taveira, Diogo Biazus, Fábio Telles, David Fetter, Leandro Dutra(que me mostou em sua palestra que a maioria dos erros do meus sistema estava na Modelagem dos dados…. a pressa mais uma vez bate a perfeição 😦 ) e Lucio Chiessi, com o qual tive o prazer de tomar um café da manhã em uma lanchonete próxima ao evento… 40 minutos de puro aprendizado… Acho que as coisas são como você mesmo disse…: “eventos de software livre são mais legais…”. PGCon-2008. Quero estar lá, mas mais do que isso eu quero poder ajudar… Contem comigo pro que precisarem… Abraço a todos.

    Curtir

    • Putz…
      Será que você é o meu Tacio? Rs, quer dizer meu ex professor que não vejo a tempos?
      To procurando feito boba, numa saudade sem par!

      Curtir

  3. Cara, infelizmente não estive presente no evento, mas pelo o que eu li, foi muuuuuiiiiito bom..
    Gostaria de parabenizar você e a todos que puderam estar presentes, tanto palestrantes, quanto organizadores, e espectadores, pois são em eventos como este que vemos a comunidade crescer cada vez mais.

    O ano que vem estarei lá!!

    []’s e minhas congratulacões.

    Ismael Costa Junior

    Curtir

  4. Quero agradecer a oportunidade dada a nós para participar deste evento que, na minha opinião, não ficou em nada devendo para os meus anseios. Conheci muita gente boa e espero poder ser mais ativo na organização do PGCON BRASIL 2008. Um único senão que eu gostaria de deixar registrado, é quanto aqueles que participam de eventos e trabalham de forma voluntária. São pessoas socialmente distintas e muito fortes e estão muito além de software livre ou proprietário. Obrigado por oportunizar uma convivência junto a esta comunidade.

    Vou me alongar apenas um pouco mais para descrever nossa experiência na elaboração de evento técnico para uma outra comunidade denominada GESCLA. Trata-se de um grupo de estudos de uma linguagem proprietária denominada CLARION (www.softvelocity.com). Desde o ano 2000, de forma anual é realizado um evento para troca de experiências entre os programadores, com o objetivo de divulgar novas técnicas e práticas de programação. A exemplo do POSTGRESQL-BR os usuários estão espalhados pelo Brasil e quando da realização do evento, negociamos junto ao Hotel onde é realizada a convenção, um preço vantajoso pela estadia e alimentação (meia pensão) e até hoje o centro de convenções do próprio hotel entrou como cortesia. Este modelo tem a vantagem de manter todos os participantes juntos tanto nos momentos de laser como nos de estudos. Sugiram que levem em conta tal modelo para os próximos anos, tenho certeza de que a aceitação será excelente por todos os participantes.

    Parabéns em especial a você que margeou o tempo todo as apresentações e tomou diversas decisões acertadas.

    Abraços

    José de Mello Júnior

    Curtir

  5. Caracas !!! eu nunca fui num evento tão alto nível…
    Cada palavra que foi dita, está ecoando…

    A única coisa que me resta é agradecer !!!
    MUITO OBRIGADO PELO EVENTO

    Ps. as piadinhos do Telles foram muuito engraçadas.
    Ps2. e o Leandro traduzindo para português a pergunta em português.. kkk

    abraços

    Curtir

  6. Acho que tudo o que você escreveu já resume o evento para mim, que estive na platéia. Vi gente muito séria, comprometida, esforçada e ao mesmo tempo descontraída lá… Realmente é esse o espírito que sempre acompanha a galera do software livre, fazemos porque gostamos e ponto. O David Fetter então, putz, que figura.
    Bom, é isso. Parabéns a todos e espero estar de volta no ano que vem e quem sabe com o privilégio de contribuir com meu trabalho também.
    A propósito, publiquei um breve relato (na verdade não tão breve assim) sobre os 2 dias da PG Con no meu site.
    E o Sr. ficou me devendo a foto para que eu pudesse postar no artigo.

    Um abraço.

    Curtir

  7. Fábio:
    Ainda estou colocando as coisas aqui em Porto Alegre em dia, trabalho, casa – estou tirando um tempo para curtir o Diogo também, antes que ele arrume uma mulher MENOS ocupada 🙂 – mas aos poucos retomo meus trabalhos com a comunidade… hehe…
    Foi lindo, lindo o evento. Foi ótimo conhecer gente que partilha do mesmo ponto de vista, que sabe que o crescimento da comunidade é o crescimento de todos e que estamos batalhando para um bem comum.
    É um privilégio estar do lado de tanta gente comprometida.
    Rumo ao PGCon II!
    Beijos,
    Clem

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s