TOP TOP – monitoramento em modo texto!

O top é um velho amigo dos usuários do mundo *nix. Para quem não sabe, ele serve para verificar os processos que estão consuminto mais recursos (particularmente memória ou CPU).  Praticamente todo Unix que eu já utilizei tem o top, com exceção de uma versão do AIX que tinha o topas. Se você perder alguns minutos olhando as páginas do man do top, vai descobrir uma série de recursos que tornam o top mais poderoso e agradável. Enfim o top é o comando que está no bash_history de 9 entre 10 usuários de *nix.

Mas… o povo não parou por aí. Não mesmo. Existem uma infinidades de ferramentas inspiradas no estilo do top:

  • htop –  interactive processes viewer –  é o top com outro estilo de visualização e manipulação;
  • atopAT Computing’s System & Process Monitor –  lembra o top, mas se concentra apenas nos processos ativos, e monitora CPU, memória, swap, discos e rede;
  • iotopsimple top-like I/O monitor – uso de I/O (todo DBA deveria usar)
  • slabtopdisplay kernel slab cache information in real time –  uso do cache a partir de /proc/slabinfo;
  • itopsimple top-like interrupt load monitor – uso de interrupções do processador de /proc/interrupts;
  • iftopdisplay bandwidth usage on an interface by host –  uso das interfaces de rede;
  • jnettopView hosts/ports taking up the most network traffic – outra ferramenta para monitorar o uso das interfaces de rede;
  • ntopdisplay top network users – uso da rede e exibe via navegador web;
  • sntoptop-like console network status tool –  verifica se uma lista de destinos de rede estão ativos usando o ping;
  • dnstopdisplays various tables of DNS traffic on your network – tráfego de DNS numa interface ou na rede local;
  • powertopprogram to analyze power consumption on Intel-based laptops – uso de enegia elétrica;
  • xrestopmonitor server resources used by X11 clients – uso de recursos por aplicações gráficas;
  • virt-topshow stats of virtualized domains – um top para máquinas virtuais;
  • apachetopdisplay real-time web server statistics – sessões do Apache;
  • mtopMySQL terminal based query monitor – sessões do MySQL;
  • mytop – top like query monitor for MySQL – outro monitorador de sessões do MySQL;
  • pg_topdisplay and update information about the top cpu PostgreSQL processes – sessões do PostgreSQL.

Bom, estas foram as ferramentas toplike que encontrei em menos de 2 minutos de pesquisa. Conhece outra? Comente por aqui. De qualquer forma, a vida em modo texto é realmente tranquila e trabalhar sobre ssh é realmente uma tranquilidade na vida de qualquer sysadmin. Nada contra as zilhões de ferramentas gráficas de monitoramento, mas quando você precisa atender rapidamente um cliente que está do outro lado do planeta, a dupla ssh + top é imbatível. Claro, existem também o vmstat, o sar, etc, etc, etc…

Acho que um dia vou escrever uma ferramenta assim para o Oracle.. minha vida seria mais fácil. 🙂

Um comentário sobre “TOP TOP – monitoramento em modo texto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s