Documentação

Estou mexendo num sistema crítico. Ele integra dois sistemas proprietrios que precisam se conversar. A desgraça é que nenhuma das duas empresas possui uma documentação adequada, e uma delas ainda utiliza o banco de dados como um baú de dados (ou tamborete de dados, como queira!). Jogam tudo lá e não utiliza quase nada do banco: views, procedures, trigers ou o pior…. não utilizam sequer chave estrangeira. Resultado, navegar entre as mais de 2 mil tabelas é uma aventura ingrata. Como a solução é proprietria, não tenho acesso a inteligência da aplicação, arg!!!

Mas o pior não é isso. O pior, o que dá mais raiva, é que toda a integração foi feita nas cochas por alguém que não documentou nadinha sobre como funciona. Resultado, tenho dezenas de tabelas, visões, sequências, gatilhos e funções que não tenho a menor idéia de para que servem… e foram todas criadas por aqui, pelo meu antecessor.

Sinceramente… sei que de todos os objetos criados apenas alguns são realmente úteis… o resto devem ser testes e implementações depreciadas com o tempo. E agora. Vou ter que documentar e rastrear um por um até saber quem que faz o que. Já pensou se desativo um gatilho que alimenta uma funcionalidade que eu nem sei que existe? Pois é… enquanto não documento tudinho…… o sistema continua parado.

Ah… como é bom quando as pessoas documentam o que fazem!!!

Um comentário sobre “Documentação

  1. não seria o caso de vc continuar com o memso esquema e fazer um novo db, quando esse estiver pronto só migrar os dados ..??

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s