Bom senhores, prometo que é a última vez que escrevo sobre o assunto. No entanto, acredito que seja importante escrever algo sobre isso, por um motivo muito simples, se não fizemos isso agora, corremos o risco de perder parte da experiência deste ano na organização do próximo PGCon, que já começa a dar seus primeiros sinais de vida.

De fato, não posso pretender fazer uma avaliação global do evento, só posso falar sobre a parte que eu acompanhei. Outros valorosos colegas certamente terão mais coisas para acrescentar e poderão me corrigir. De toda forma, vou deixar aqui meu relato por escrito, em público, como sempre foi meu estilo de fazer as coisas.

Qual era o nosso status antes de organizar o evento?

Bom, as coisas não começaram do nada. Começaram a partir do PGCon Brasil 2007 que foi feito em São Paulo. Houve um sentimento consensual entre os organizadores em 2007 de que deveríamos trazer a organização do evento para as nossas mãos. No nosso acordo com a empresa que ajudou na realização do evento, tivemos 10% do valor das inscrições repassados para a comunidade. Isso nos rendeu um pouco mais de mil reais que foram absorvidos na montagem do stand no FISL 9.0 . O FISL ocorreu no meio de Abril e conseguimos alguns patrocinadores para o evento e vendemos algumas camisetas, com isso, conseguimos algum caixa para começar o evento, algo em torno de uns 3 mil reais.

O Que deu certo?

Olhando assim, parece que tudo foi uma maravilha. Bom, os problemas aconteceram, claro. Vou deixar aqui apontado algumas coisas que eu gostaria de ver melhoradas em 2009, além de tudo o que evoluímos em 2008:

Bom, agora deixando as dificuldades de lado, eu penso que poderemos ter o seguinte cenário para 2009:

A idéia é que o PGmeting seja uma boa desculpa para as pessoas se encontrarem mais em sua região, trocarem figurinhas e começarem a planejar um ou outro PGDay. O PGDay teria um foco em disseminar o PostgreSQL para quem não o conhece e ter palestras de nível iniciante e intermediário. O PGCon Brasil seria um evento de mais alto nível realizado apenas uma vez por ano com palestras de nível intermediário e avançado. Para o PGCon Brasil 2009 eu penso que poderíamos experimentar duas salas em paralelo. Uma maior com as palestras em geral. E outra menor com os Hacker Talks, palestras avançadas e alguns tutoriais. Continuo achando que organizar oficinas no estilo hands-on (com cada participante fazendo atividades em seu computador) não é uma boa idéia, pois dá muuuuito trabalho e não permite muito aprofundamento do assunto. Gosto do estilo do tutorial onde o palestrante tem mais tempo, pode demonstrar algumas coisas na prática e coisas do tipo.

Bom, se você foi ao evento e tem outras sugestões, reclamações, dúvidas e etc e tal, este é a última vez que vamos entrar nesse assunto aqui. Na verdade, o melhor local para discutir isso não é aqui, e sim na lista pgbr-dev. Então se você tem a intenção de ajudar a organização de qualquer evento (PGCon Brasil, PGDay, PGmeeting, FISL, o que for) entre na lista.

Uma resposta

  1. Acrescento ai uma outra questão: o incentivo à realização de PGMeetings e PGdays. É fundamental e com certeza podem revelar novos organizadores, com novas idéias e um novo gás para o PGCon 2009!

Deixe uma resposta