Relato do 1º dia do CONISLI

Hoje começou o IV CONISLI em São Paulo. Cheguei no final da manhã após trombar com alguns amigos de Diadema na saída do metrô e rachar um taxi até o Anhembi.

Cheguei no credenciamento que estava um pouco bagunçado pois eles não tinham uma lista por órdem alfabética. Depois de insistir um pouco acabaram me deixando anotar o meu nome no crachá com pincel atômico. É um detalhe bizarro, mas insistem em colocar seu nome completo no crachá num evento de Software Livre. E todo evento em que isto ocorre as pessoas olham para os nomes nas etiquetas tentando imaginar quem seria a pessoa a sua frente. Realmente gostei de poder escrever meu nickname no crachá!

Logo na entrada encontre a Ariane Paola que está na organização. Radio na mão e zum, sumiu rapidamente. Logo na entrada encontrei o Fernando Ike e o André Lopes no Stand do Debian. Depois fui ver o pessoal da Celepar, PostgreSQL, Coletivo Digital, Serpro, Comprei alguns livros na Tempo Real e quase comprei um teclado dobrável que eles estão doando para o sorteio no BR-Linux. Mas acabei comprando 3 livros e achei que estava de bom tamanho. Visitei o stand de mais algumas empresas e vi mais algumas personalidades ligadas ao PSL-ABCD por lá, como o Rencka que estava com seu fã clube do Centro Público , e depois fui almoçar no restaurante do hotel do Anhembi. Encontrei o Corinto Meffe do Ministério do Planejamento por lá. Mais tarde encontrei o Dafid Fetter no Stand do PostgreSQL e conheci finalmente pessoalmente algumas personalidades da turma do elefante no Brasil: Leonardo Cézar, Rodrigo Hjort, Eduardo Mikos, Diogo Biazus, Euler Taveira, Alvaro Melo entre outros que não guardei o nome.

Depois fui acertar alguns retoques com o fike para a nossa palestra e quando vi já estava na hora da apresentação. A apresentação foi bem tranquila e espero não ter me enrolado muito. Depois assisti a palestra do pessoal da CELEPAR que como sempre me surpreendeu pela qualidade do trabalho que eles estão desenvolvendo por ali. Acho que todos ali ficaram babando no trabalho deles.

No geral achei que o CONISLI estava bom, com muita coisa interessante para se ver. Mas senti a falta de muita gente neste ano. Por um lado foi bom pois deu para conversar com mais tranquilidade. No entanto a ausência de muitas personalidades num evento do porte de um CONISLI me deixou um pouco preocupado. Espero que amanhã, no sábado o evento consiga atrair um público maior.

De toda forma eu adorei rever vários amigos e fazer novos. Especialmente a turma do PostgreSQL que tem se destacado em muitos eventos de SL no Brasil. Espero que consigamos organizar muita coisa boa para o ano que vem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s