Receita de “chili con carne”

Uma boa opção para chamar os amigos para um almoço Geek em casa. Um prato apimentado que não sai caro e vai muito bem com cerveja. Sucesso garantido!

O “chili con carne” é um prato tipicamente mexicano, muito apreciado nos Estados Unidos. É barato de se fazer e era inicialmente apreciada por vaqueiros.

chili - ingredientes

Ingredientes:
(para 4 geeks ou 6 pessoas normais)

  • 250 gramas de feijão. Você pode escolher o feijão comum ou o preto, fica a seu critério, eu fiz com o comum;
  • 600 gramas de carne. Pode ser coxão mole ou filet mignon em cubos bem pequenos ou com carne moída. Recomendo fazer em cubos com filet mignon, mas já comi com carne moída e não fica nada mal;
  • 4 colheres de sopa de azeite de oliva;
  • 1/2 colher de chá de cominho em pó;
  • 1/2 colher de chá de páprica em pó. Não confunda com páprica doce;
  • 1 colher de chá de tomilho;
  • 3 dentes de alho;
  • 1 cebola picada;
  • 4 colheres de extrato de tomate ou 1 lata de molho de tomate pronto;
  • Sal, orégano e/ou pimenta do reino a gosto;
  • Pimenta!!!

Como pimenta, você pode misturar várias coisas como no “chili powder“. Pimentas comuns vão bem, como malagueta, dedo de moça e pimentão. De preferência misture um pouco de cada!!! Eu achei no supermercado uma bandeja de “pimentas ardidas” a R$ 2,00. Usei uma de cada, junto com uma malagueta! O ideal é usar pimentas frescas bem picadas, mas vi receitas utilizando pimenta em pó também. A quantidade deve variar um pouco com a sua valentia. Mas você verá que existem formas de contornar “um pouco” a situação no final.

Modo de preparo:
Deixe o feijão lavado por 12 horas de molho em água fria e depois cozinhe eles por uns 40 minutos. Se estiver com pressa, coloque logo numa panela de pressão (neste caso não precisa deixar o feijão de molho). O importante é tirar o feijão do fogo um pouco antes do ponto para ele cozinhar mais uns minutos junto com o chili.

Enquanto o feijão cozinha, refogue com azeite o cominho, tomilho, as pimentas e depois o alho e a cebola. Depois que a cebola dourar, coloque a carne e deixe ela cozinhar bem no meio do refogado. Junte o feijão, o molho de tomate e ponha sal a gosto.

Depois de mexer por uns minutos, experimente e veja como está. Se estiver muito forte, coloque cerveja pilsen para suavizar o gosto – e dar um sabor no chili também, claro! Eu coloquei uma lata de cerveja. Se você usar extrato de tomate, poderá variar entre água ou cerveja para diluir o extrato de tomate, quanto mais cerveja, menos ardido fica ou seu chili. Você terá de fazer isso a olho e aos poucos ir experimentando para ver como está.

Ao servir:
Sirva com arroz cerveja bem gelada e deixe bebidas por perto. A bebida não deixará a sua boca menos apimentada, dizem que ela apenas espalha a pimenta na boca. Se achar que poderá ter problemas, deixe miolo de pão por perto, que dizem que funciona melhor. Em todo caso… depois de secar a panela do chili, um sorvete de sobremesa tem um efeito que neutralizará totalmente o chili, mas em compensação… vai estragar o paladar para quem estiver tomando cerveja!

Bom, experimentem e depois me contem (não sobre os efeitos colaterais posteriores)

11 comentários sobre “Receita de “chili con carne”

  1. Só um reparo.. Tal como especificado no link indicado para a wikipedia o “Chili Con Carne” é um prato: the official dish of the U.S. state of Texas.

    Curtir

  2. Pingback: SAVEPOINT » O que aprendi com o blog

  3. Vou esperimentar! Somos em 12 amigos! Vamos tentar fazer uma festa de aniversário temática mexicana.
    Tomara q dê certo! Valeu, abraços.

    Curtir

  4. uma questao de gosto exprimente mudar a cerveja por um copo de tequila para o tempero i para acompanhar a cerveja na refeiçao

    Curtir

  5. Excelente receita ! O segredo diferenciador do Chili esta na “pimenta!!!”. O jeito mais facil de acertar eh comprando um “mix” special para chili conhecido na America com Chili Powder. Quem nao conseguir achar ou quizer fazer o proprio mix, comece experimentando com pimentas da especie capsicum annuum, que sao as da familia da pimenta “Chili”, como a pimenta vermelha e cayenne – sempre em po – outras usadas sao pimenta ancho, pasilla e jalapeno. Quem quizer incrementar mais pode adicionar cuminho, oregano, po de alho e sal. Os mais exoticos podem adicionar tambem canela, cravo, noz-moscada, mace, tumerico e ate mesmo a ordinaria pimenta do reino. Comece a mistura com pequenas quantidades, sempre anotando as proporcoes e quando chegar ao ponto que quizer, faca uma boa quantidade para armazenar e presentear os amigos. Um detalhe: O “chili Powder” e originario da India e muito usado na cozinha tradicional Indiana. Outro detalhe interessante, o “Chili con Carne” como eh conhecido hoje em dia nao se encontra no dia a dia da mesa mexicana, a nao ser em alguns estabelecimentos orientados a turistas. Sua origem incerta eh tracada a regiao norte do Mexico (Tijuana, Chihuahua e Baja California) provavelmente criado pelos povos pobres da antiga regiao Tejana (Tejas = Telhas… das pobres casitas… soa como Texas em ingles (aha) – regiao que hoje pertence ao Texas, USA. Em uma festa com tema Tex-Mex, experimente tambem usar o seu Chile con Carne para fazer tacos e taquitos! (Viva el 5 de Mayo!) Eis uma dica especial para ser lembrada pro resto da vida: Para combater a ardencia de qualquer picante so mesmo produtos lacticios (leite, queijo, creme, sorvete)…coisa de enzima. Agua, cerveja, suco, etc..so serve para espalhar ainda mais a pimenta em sua boca. Adios amigos y Bon Provecho !

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s